sexta-feira, 6 de maio de 2011

FESTIVAL DE LILLITH

Queridos,
no próximo dia 21 de maio, estará acontecendo no Rio de Janeiro o Festival de Lillith, um evento pagão em homenagem a Deusa Lillith, onde teremos várias atividades como :palestras, feira de artezanato pagão, rituais e muitas outras coisas bem legais com a finalidade de divulgar a cultura pagã e trocar informações.
O Festival é produzido pelo Círculo de Briganthia, contando com a presença de vários palestrantes e a organização de ClaudioRamos e Patrícia Ramos.
Para maiores informações e inscrições entrem no site do Festival de Lillith,sendo que também serão aceitas inscrições no dia e local do evento!



Local do evento

O evento será realizado:
 
Liga Libanesa do Brasil
 
Rua Melo Matos, 29 - Tijuca
( uma quadra da estação do metrô São Francisco Xavier )

Bom, a gente se encontra lá!Um beijo a todos e até o Festival!



terça-feira, 3 de maio de 2011

FW: Beltane - Festival Celta da Fertilidade.

Posted: 30 Apr 2011 08:39 PM PDT









Beltane ou Beltaine ou ainda as fogueiras
 de bel como também
 é chamado
 é uma festividade milenar que celebra a
 fertilidade e fartura, era cultuada e
 comemorada por varias tribos
 celtas desde a 
Europa central até a Irlanda 
e Escócia, a herança cultural 
de Beltane se mantêm viva até hoje nas 
festividades do 1° de maio. Cada tribo celta,
 cada clã tinha suas peculiaridade
 em especial para está comemoração 
que também variava de nome de
 tribo para tribo. Marcada como 
a festividade mais alegre entre os
 povos celtas, a sensualidade e as
 fogueiras eram uma constantes em
 todas as tribos e clãs que 
cultuavam a chega de Beltane.

História:

Os festivais de beltaine tiveram 
origens em tempos
 pré-cristãos e a
 palavra Beltane vem do
gaélico irlandês 
antigo 
Beltain que significa 
"fogo brilhante / sagrado" e em gaélico 
escocês é Bealltainn 
que também da nome 
ao mês Maio.

Como falei anteriormente os povos celtas 
abrangeram grandes território 
entre eles, País de Gales, Bretanha, 
Cornualha, Gália e outros muitos,
 onde também existiram e eram 
comemoradas festividades na 
mesma época e com o mesmo
 propósito, porem com nomes 
diferentes como, por exemplo, 
no País de Gales o Festival da
 fertilidade era conhecido como
 Calan Mai ou Galan Mae e ]
na Bretanha e Cornualha 
o Padstow 'obby 'oss, na Ilha de Man
 era conhecido como Shenn do Boaldyn.

Os Festivais:

Os festivais tanto os Gaélicos
 (Irlanda, Escócia, 
Ilha de Man)
 quanto os Britônicos
 (Gales, Bretanha, 
Cornualha, Gália) 
eram realizados para marcar 
e comemorar o 
desabrochar da
 primavera na tentativa 
de trazer
 fertilidade a terra 
e aos animais e fatura 
nas mesas
 da tribo, alem de levar diversão 
com uma noite
 alegre e divertida. Beltane e as
 demais festividades 
de mesmo cunho não tinham 
um dia fixo para 
acontecer e já ocorriam bem antes de
 surgir à noção de solstícios
 e equinócios, era preferivelmente
 comemorado na 
primeira noite de 
lua cheia após o inicio do desabrochar
 das flores o que podia
 variar bastante, trazendo para um contexto
 moderno os festivais 
aconteciam entre o dia 1° de maio e o
 dia 15° de maio, 
isso devido à mudanças climáticas
 e outros fatores,
 que poderiam atrasar o inicio das
 comemorações.

O elemento tradicional que era comum a
 todos os festivais de 
Beltane era o fogo que lhe deu o nome. 
Era costume na noite de 
Beltaine apagar todas as chamas, 
tochas e velas da comunidade. 
A partir da primeira e
 principal fogueira de 
Beltaine que foi acesa se 
acendiam outras
 fogueiras e tochas que eram 
usadas para iluminar
 novamente toda a 
comunidade na noite de Beltaine.

Outro costume era de passar o gado
 e demais animais entre
 duas fogueiras acesas com o fogo de
 Beltane. Acreditava-se 
que a fumaça e as chamas dos fogos 
podiam purificar o rebanho, 
protegendo-os durante o ano 
e garantia um bom número
 de descendentes.


O maypole:

O maypole ou mastro de maio era
 um complemento
 a mais para o festival, o mastro
 é um símbolo
 fálico ou seja está relacionado
 ao órgão 
genital masculino e representava
 a fertilidade 
para os participantes do festival
. Antigamente 
eram os foliões que iam para 
a floresta cortar 
uma árvore e trazê-la para a
 cidade e depois o 
mastro era trabalho e decorado
 até ser fincado
 no chão e em sua volta ser
 colocado flores e
 verduras para que os demais]
 membros da 
comunidade pudessem dançar
 em torno
 dele no sentido horário (também
 chamado
 deosil, que significa "sol-sábio") para
 trazer fertilidade
 e boa sorte.
 As fitas que associamos hoje com 
o maypole
 foram adicionadas
 posteriormente com o contato dos povos 
celtas com
 outras culturas.

A importância da Fertilidade:


As pessoas que deram origem e comemoravam
 estes costumes 
viviam em estreita ligação com a terra.
 Se os rebanhos e os
 campos eram férteis, mais teriam 
o que comer durante o 
ano, se não houvesse teriam
 que economizar 
ou passariam 
fome. É difícil para nós hoje
 entender este 
conceito, mas para 
os antigos, era literalmente
 uma questão 
de vida ou morte. 

Os Celtas eram povos tribais,
 e a fertilidade
 das suas mulheres, 
literalmente, significa a continuidade da tribo,
 pois garantia mão 
de obra nas lavouras e na caça alem de 
garantirem a segurança
 e proteção da tribo ou clã.

Beltane Hoje:

Existe um tendência crescente pela 
revitalização 
dos costumes
 e festivais celtas hoje, uma parte
 motivada pelo 
avanço da ciência 
e das pesquisas e outra parte por grupos
 de neo-paganismo,
 wicca entre outros.

Uma comemoração que desde os anos 80 
vem revitalizando e
 proporcionando à população da
 Escócia um contato direto com
 costumes dos antigos povos celtas
 é o projeto "Beltane Fire Society"
 que acontece todo ano 
na virada do dia 30 de abril para o
 1º de maio no castelo de
 Edimburgo em Calton Hill na Escócia, 
o projeto também
 comemora e faz encenações
 nos festivais de Samhain,
 Imbolc e Lughnasadh.

Beltane no Brasil:

No Brasil existem as chamadas
 "rodas do ano", as baseadas no 
Hemisfério sul e as baseadas no 
Hemisfério Norte onde são 
invertidas as datas das festividades 
para que encaixem teoricamente 
nas estações do ano, tais adaptações
 são muito influenciadas pelo
 neo-paganismo e pela wicca atualmente.

Em minha opinião, não acho
 interessante tais adaptações uma 
vez que os festivais não dependem somente das 
estações e sim de
 diversos fatores culturais e regionais,
 ainda mais no Brasil que só
 tem duas estações do ano bem
 definidas, não tenho nada contra,
 muito pelo contrario, cada um
 tem sua liberdade de escolha e devem
 procurar o melhor para o seu dia-a-dia, 
mas convenhamos você não
 vê por ai ninguém invertendo as datas
 do Natal nem da Páscoa né!
 Ou você nunca reparou que "Papai Noel"
 anda pelas propagandas
 de roupa de frio, barba grande, trenó 
e de renas, mesmo o natal 
sendo no verão aqui no Brasil? Hehehe


Ainda sim existem grupos no 
Brasil que procuram 
reconstruir e reviver
 esses festivais de uma 
maneira mais coerente 
e baseada nos fatos 
históricos e científicos
 a fim de descobrir e
 aprender mais sobre
 os povos celtas,
 como por exemplo, 
os Reconstrucionistas
Celtas e alguns Druidistas.

Bom galera, brincadeiras a parte um 
ótimo beltaine a todos, fertilidade e
 fartura para vocês e familiares.